11 2721-3977

linkedin vertexindustria

facebook linkedin

NOTÍCIAS

Peças usinadas: nível de estoque das indústrias

20/12/2019

Peças usinadas podem ter aumento considerável na produção ao longo dos próximos meses, o que deve impulsionar o setor de usinagem de peças no Brasil.

Isso porque, segundo a Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria, o nível de estoques das indústrias se manteve estável durante o mês de agosto. Dados da pesquisa mostram que o índice recuou de 52,8 pontos em para 51,7 pontos. Esse cenário interfere na demanda de peças usinadas e conjuntos usinados, já que as indústrias vão precisar repor seus estoques.

A expectativa é bem otimista para as empresas de usinagem que oferecem serviços de usinagem para o ramo industrial. Com os estoques dentro do nível planejado pelas industriais, é natural que haja maior procura por peças usinadas para que a estabilidade se mantenha, o que impactará diretamente o setor de usinagem de peças.

Outra boa notícia e que também gera retorno para o setor de usinagem de precisão é que os empresários estão otimistas em relação aos próximos meses. A intenção de investir está acima da registrada no mesmo período de 2018 e da média história, em 4,3 pontos.

O índice de exportações também está mais equilibrado e já se aproxima dos 50 pontos. Já o índice de evolução no número de empregados atingiu 48.6 pontos, um aumento 0,2 ponto em relação ao mês de julho. Todos esses números atraem a atenção do segmento de usinagem de precisão, que deve estar sempre de olho na evolução e nos resultados da indústria.

A Vertex Usinagem, por exemplo, é uma empresa de usinagem com forte atuação no mercado brasileiro. Com seus centros de usinagem e tornos CNC de altíssima precisão, está sempre pronta para atender à demanda da indústria por serviços de usinagem. Se você busca qualidade e custo-benefício em peças usinadas e/ou conjuntos usinados, seu lugar é aqui!

Clique aqui e curta nossa página no Facebook e veja novidades em peças usinadas.

Para mais notícias sobre serviços de usinagemclique aqui.

Fonte: Usinagem Brasil